terça-feira, 25 de maio de 2010

Por que eu não tenho o corpo que eu quero?

Muitas pessoas têm me feito a mesma pergunta, ou perguntas muito parecidas a isto: por que por mais que eu me esforce, faça dietas dos mais diferentes tipos e exercícios, ainda assim, eu não consigo ter o corpo que eu quero? E por que algumas vezes eu atinjo o resultado desejado, mas isso dura apenas algumas semanas ou meses e logo em seguida eu volto a ter o corpo de antes? Será que é simplesmente o meu destino estar para o resto da vida me preocupando com meu peso, sem poder comer as coisas que eu gosto, e ainda assim não conseguir resultados?


Esta pergunta pode parecer muito difícil, mas na verdade, ela é muito simples, e só possui uma resposta, mas antes é preciso que você entenda um princípio que a maioria das pessoas não são capazes de entender e é precisamente por isso que elas se encontram na situação em que se encontram: a sua natureza, assim como a natureza do universo, é a perfeição e a harmonia. Eu estou aqui para te dizer que não existe razão para que você se encontre numa situação diferente daquela na qual você gostaria de estar. Não existe nenhuma razão para que você tenha o corpo diferente daquele que você gostaria de ter. Neste momento, nada te impede de fluir para aonde você quer estar. Toda a Existência conspira para que a vida no planeta possa fluir perfeitamente e, da mesma forma, ela conspira para que a sua existência seja perfeita. E, se o seu corpo é o meio pelo qual você vive neste planeta, a sua forma física é nada menos do que perfeita! A natureza do seu corpo é a saúde e a perfeição, porque assim é o fluxo da existência, perfeito, e você faz parte dela. Se você for parar para observar, as coisas mais belas e perfeitas que existem no planeta não são fruto de um esforço. Uma flor nasce sem esforço, da mesma forma que flui um rio; também, uma cachoeira se forma sem que ninguém precise intervir e da mesma forma  nascem florestas inteiras. Tudo se forma através de uma seqüência de fenômenos naturais, que vão ocorrendo em perfeita harmonia e nenhum esforço jamais é colocado ali. Então, voce verá que o esforço é um conceito inventado pelo ser-humano! Mas a verdade é que aquilo que já está dentro de você nasce fácil e naturalmente e lembre-se, seu corpo perfeito já está dentro de você. Foi algo que te ensinaram e te repetiram tantas e tantas vezes, que para que você tivesse o corpo perfeito você precisaria levar uma vida de privações, que isso é o que se está materializando na sua vida dia-após-dia. Se nesse exato momento o seu corpo não se encontra em forma como você gostaria, lembre-se que a culpa não é sua, mas sim de tudo aquilo que interveio no fluxo perfeito da Existência e não permitiu que seu corpo fluísse perfeitamente com ela. E, a verdade, é que estamos rodeados por tais coisas. É importante esclarecer aqui que a Existência toda vibra numa freqüência. Esta freqüência permite com que tudo no Universo flua perfeitamente e se vibrarmos de acordo com esta freqüència, tudo fluirá perfeitamente e os resultados sempre serão harmoniosos. Porém, quando falamos coisas ou tomamos atitudes que não vibram com a freqüência perfeita da Existência, os resultados serão estranhos, desagradáveis, nem todos irão gostar e todos começarão a se perguntar o que eles estão fazendo de errado, por que tudo parece de ponta-cabeça e porque nada parece fazer sentido. Mas agora, você sabe porquê e, por isso, você tem o poder de ter uma existência plena e feliz, simplesmente pelo fato de que você vibra em harmonia com a Existência. Por isso eu diria, que se você está fazendo algum esforço para ter o corpo que você quer e esse esforço parece ser algo que vai contra a sua natureza, que para você parece mais como uma tortura do que algo que realmente te ajuda a ser feliz, pare imediatamente! Com isso, você só está dizendo e repetindo à Existência que seu corpo não é perfeito e que você merece ser castigada por isso. Ao invés disso, pare e reflita. Faça-se as seguintes perguntas: O que me faz feliz? O que eu faço que, quando eu faço, eu sinto que estou expressando os meus sentimentos, as minhas emoções e sendo simplesmente eu mesma? Será tocar o piano? Será cozinhar? Desenhar? Cantar sozinha? Conversar com uma planta? Você verá então que existem coisas, como comer uma torta de limão inteira, que inicialmente poderiam parecer boas candidatar para sair nesta lista, mas que por algo, ela não estará nesta lista. E claro que não, porque todos sabem que depois de ter mastigado e engolido o último pedaço, eu te garanto, você não vai estar feliz! E razões para isso é o que não faltam, pois ela está feita de ingredientes tirados pelo homem do seu estado natural, e modificados de forma que eles não vibrassem mais com o fluxo da Existência. E é, claro que isto te tirará do SEU estado natural, que é a alegria, a perfeição e o riso! O gostar e amar a si própria! Visualize-se feliz, dando gargalhadas, com o corpo que você sempre sonhou e sem se preocupar com absolutamente nada. Agora, visualize que um anjinho ou uma fadinha chega voando próximo ao seu ouvido e sussurra: "Esta é a sua natureza!" Sim, porque ESTA é você por dentro! Esta pessoa que você acabou de visualizar é você, mas esta "você" está preso dentro de uma concha, mas não só por culpa sua. Esta "você" está aí presinha por tantas coisas que te disseram, que te fizeram acreditar desde que você era pequena, por idéias que obstruem um fluxo que é perfeito e que está aí para todos nós. Chegará um dia, e esse dia pode ser hoje mesmo, em que você sentirá o que te aproxima do seu estado natural de alegria e o que te distancia. E essa capacidade de identificar tais coisas aumentará cada dia mais e mais. E, o dia em que você estiver atingido cem por cento do seu estado natural, que é o mesmo que estar fluindo com a Existência sem qualquer obstrução, você será e terá tudo o que quiser e, o seu corpo perfeito, não será mais um objetivo atingido ou uma grande conquista fruto de um grande esforço, mas sim apenas uma pequena parte (e por "pequena" eu quero dizer uma milionésima parte) de tudo o que constitui a sua existência plena e perfeita!