sexta-feira, 29 de junho de 2012

Meu namorado sai com os amigos e comigo não.

Pergunta:

Oi Rita, tudo bem.
Por favor ñ sei mais oq faço.
Namoro a 5 meses, nos vemos so uma vez na semana (por causa do serviço dele), nas horas extras que ele tem ele aproveita pra sair com os amigos. Isso me magoa muito pq ele nunca me chamou pra sair com ele e uma vez q eu chemei ele ñ quis ir. Conversar nao adianta pq ja tentei e so gerou briga, ele ñ me entende.
Olha, de uma coisa ñ poço reclamar pq antes ele era de ficar com varias e ñ açumir compromisso com ngm e todo fim de semana saia mas depois ele disse q gosta de mim, resolveu me levar a serio e ñ sai mto mais como de costume. O problema é q ele nunca me chama pra sair, e qndo sai é com amigos aff.
To com uma raiva dele pq tem um q ele considera melhor amigo, vive defendendo ele e dando ate mais atençao há ele do q pra mim. Mas nas costas vive falando pra mim trair Bruno com ele mas eu falei q ñ pois acho mta sacanagem e ñ tenho coragem de trair ele tbm, mas isso tbm ñ poço dizer ao meu namorado.
Me sinto carente, quero atençao, quero sair com ele. Eu faço tudo por ele, tudo msm.
As vezes passa por minha cabeça terminar, mas ñ sei viver sem ele e tbm tenho medo de precipitar e me arrepender. Por favor Rita me ajuda.
Obg

(Enviado por Nayara)

Rita:

Olá Nayara,

Talvez esse seja o momento de você analisar até que ponto é verdadeira a afirmação de que você não pode reclamar porque com você ele resolveu assumir compromisso e deixou de sair tanto como de costume.

Porque, pelo o que você esta contando, ele continua saindo com considerável frequência e, levando em conta o fato de que ele nunca te convida para ir com ele, isso foge daquilo que ao menos você entende por assumir namoro.

Claro que é muito auto-afirmador e cômodo para o ego pensar que com você ele mudou, mas você precisa ser sincera consigo mesma nesse momento e olhar a situação de longe. Sim, você tem o potencial amoroso para fazê-lo mudar e ele também tem em si o potencial de atingir um grande amadurecimento. No entanto, qualquer real mudança requer muito trabalho e diálogo, tolerância, aceitação e vontade de fazer o que for preciso para estar com uma pessoa em particular. Isso porque qualquer avanço requer uma certa caminhada e o investimento de energias.


Veja que mesmo que você tenha notado diferenças em certos aspectos da rotina social do seu namorado, você deve admitir que a situação continua conveniente para ele. A razão pela qual muitos escolhem não assumir namoro é que eles não querem perder a liberdade de poder sair com os amigos nas horas vagas sem ter que levar alguém. E, no caso do seu namorado, ele esta tendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Portanto, a partir daí você deve concluir que seu namorado não mudou. Ele continua sendo a mesma pessoa e a única diferença é que ele descobriu o poder da palavra compromisso. Ele concluiu que, através da frase: “Eu estou pronto para assumir namoro com você”, ele pode manter-lhe conectada a ele, porque é verdade que ele gosta de você e não gostaria de lhe perder mas, também, continuar saindo sozinho sempre que quiser.

E é aí que você pode se perguntar: “Mas como ele acreditou que iria poder continuar saindo mesmo depois de ter assumido compromisso?” Bem, é aí aonde entra a questão do controle. Se você se considera uma pessoa com um caráter controlador e encontra alguém que parece estar disposto a aceitar o seu caráter, você sente que tem a situação resolvida para o seu lado. E por isso a verdade é que um controlador não pode existir enquanto não houver do lado uma pessoa emocionalmente dependente, que se deixa controlar.

Por isso, Nayara, essa é a hora de você abandonar a idéia de “conversar não adianta, porque até agora só tem gerado briga”. Isso é apenas você pensando o que ele quer que você pense, jogando conforme as regras dele e você tem tanto direito de criar regras como ele. É muito cômodo para qualquer pessoa fazer aquilo que se tem vontade e, quando o outro resolve questionar tal atitude, iniciar uma crise e começar a brigar, aniquilando qualquer possibilidade de diálogo. Assim é que nascem os ditadores. Mas é seu papel não permitir que isso aconteça na sua vida.

E você deve encontrar a sua própria maneira de impedir o nascimento de uma relação ditatorial na sua vida. Seja se afastando daqueles que fazem questão de dificultar o diálogo, seja mostrando a eles que você não tem medo das crises que eles possam ter. Que sua intenção é apenas resolver situações que não te parecem justas e, você irá continuar tentando resolver o conflito serenamente por quantas vezes mais for necessário. Se o outro quer fazer disso uma briga e gastar energias em acessos de raiva, esse é problema dela, você deve continuar serena, porque você sabe do seu propósito. Uma hora ela vai se cansar, suas energias vão acabar e ela terá quer aprender com você a resolver as situações com compreensão e diálogo, pois essa é a única forma de se chegar ao coração.

Abraços,

Rita Cascia



*FAVOR CLICAR NOS NOSSOS ANÚNCIOS COMO FORMA DE APOIAR O SITE!

*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA, CLIQUE NO BOTÃO “JOIN THIS SITE” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE, TWITTER OU YAHOO!