segunda-feira, 19 de julho de 2010

Tenho 16 anos e não sei o que quero quanto à minha vida sentimental.

Pergunta: Bom, eu não sei o que quero fazer, meu namorado é 7 anos mais velho, e tenhu apenas 16, n me vejo no futuro com ele, mas me sinto mt bem com ele perto d mim, uma parte d mim sente q deve ficar solteira e aproveitar  a vida, pois sou nova, mas eh mt dificil imagina fica sem ele, e eu fiko maluca pensando como pode alguem ser tao confuza, n saber o q quer. e pra ajuda, acabei saindo d casa, e um antigo amor me agarrou, resisti no começo, mas ai n aguentei e cedi, mas me senti mt culpada por issu, n me senti bem fazendo issu, me sinto a pior pessoa do mundo, fiz algo terrivel, e entaum achei q o melhor seria ficar em casa, terminar com meu namorado, e n ver ngm, pois assim eu estaria me punindo, eu não sei o que fazer . estou tentando terminar com meu namorado , mas ele n aceita por eu nao dar uma boa explicação, pq n qro flar q fikei com outra pessoa, eu não sei o que quero e o que fazer, me ajuda ?
(Enviado por Melinda, em 17 de julho de 2010)

Rita: Querida Melinda,
   Antes de mais nada, você deve esquecer esta afirmação de que você é uma pessoa confusa e que não sabe o que quer. Cada vez que você repete isto e acredita que esta é a verdade, você está criando uma ideia falsa de você mesma. E esta ideia falsa acaba encobrindo a realidade. E a realidade é que você nasceu perfeita mas, assim como muitos, aprendeu a usar a mente para criar problemas e ideias falsas a respeito de você mesma. Você é um ser inteligente e capaz. A verdade é sempre simples, clara e óbvia. Sempre está aí diante de você. E você é capaz de vê-la e a partir daí tomar decisões.
   Aos 16 anos, você está no auge do seu poder energético. Com esta idade você pode decidir aprender e fazer tudo aquilo que quiser. Você só tem que decidir para aonde quer direcionar toda esta energia. Agora, chegou o momento em que você tem que direcionar esta energia para decidir o que fazer quanto a esta situação. Concentre-se por alguns minutos. Feche os olhos e acalme a mente. Deixe de pensar, esqueça das outras pessoas e busque a resposta dentro de você. Aquilo que vem de dentro de você é a verdade absoluta e é o que o seu coração quer. Se você pergunta ao seu interior e é verdadeira com você mesma, você vai saber a resposta.
   Quando você perguntar a você mesma, você verá que só terá uma resposta. Isto é porque o coração não tem conflitos. Quem cria os conflitos é a mente. A mente cria um conflito quando vê que existe mais de uma opção, mais de uma saída. Porém, para o coração nunca haverá conflito, pois ele sabe que só existe uma verdade e a verdade esta aí. Porém, para enxerga-la, é preciso que você a busque no coração e abandone a mente. E você verá que é muito mais simples buscar a verdade no coração do que na mente. Isto porque o seu coração simplesmente te irá mostrar o que é real, simples e verdadeiro e que está aí na sua frente; enquanto a mente, por sua vez, tentará encontrar diversas saídas, tentará te levar a diversas lógicas e teorias, o que apenas irá criar mais e mais conflitos.
   Querida Melinda, eu não posso te dizer exatamente o que fazer e te dar uma receita passo-a-passo de como você deve agir nessa situação, pois a alma de cada um é que escolhe as experiências que quer viver. Além disso, agindo dessa forma, eu estaria fazendo com que você se tornasse dependente das minhas respostas e isso não é crescer. Porém, eu posso te guiar para que você reconheça o poder que existe em você para resolver o que quer que seja, e para que você aprenda a usar este potencial para sempre enxergar tudo o que é real, verdadeiro, aquilo que está aí presente e, assim, encontrar a resposta que você precisa.
   Feche os olhos, pare de pensar, visualize-se entrando em contato com o seu interior, com a sua essência, que é a parte mais elevada do seu ser. Permaneça assim por alguns instantes. Quando você abrir os olhos, tome consciência de que esta pessoa é você. Esta pessoa que acaba de abrir os olhos é você, Melinda, um ser de luz, capaz de ver a verdade que está à sua frente. Aquela pessoa que se dizia confusa e incapaz de decidir já não existe, ficou no passado. Essa é você, no aqui e no agora fazendo o melhor que pode e direcionando a sua energia para ver a realidade e assim criar soluções.
   Se, depois disso, você pudesse reler a sua própria pergunta, você poderia perceber muitas coisas que antes não percebia e então poderia ver a verdade mais claramente. Você veria que algumas partes da questão foram escritas pelo coração, enquanto outras, pela mente.
   As partes escritas pelo coração são reais. Elas são a mais pura expressão da verdade e vêm de dentro de você, vêm da sua parte mais pura e cristalina. Quando você fala que tem apenas 16 anos e não vê um futuro com ele e que uma parte de você sente que você é nova e por isso deve ficar solteira e aproveitar a vida, você deve saber que esta “parte” de você é o seu coração. Esta parte é o seu espírito falando a verdade, que é tão nítida e simples. É verdade que você tem 16 anos, é verdade que você não se vê no futuro com ele, é verdade que você tem que aproveitar a vida e, por fim, é verdade que você é nova. Ninguém pode contestar nada disso, ninguém pode provar o contrário, e o mesmo ocorre com tudo aquilo que é real. 
   Isso tudo que seu coração falou é tão simples e verdadeiro. Tudo isso é tão real quanto qualquer coisa que se possa tocar. Tudo isso é a mais pura e simples expressão da realidade. O seu coração sabe a resposta e está tentando de mostrar o aqui e o agora, o momento presente, e é só a ele que você deve escutar.
   As demais partes são meras criações da mente. Foram escritas pela sua mente, que naquele momento estava vivendo um conflito. E isto é normal, pois se você deixa a mente dominar, a tendência dela será criar conflitos. Assim, todo o resto que você escreveu, é apenas uma pura expressão destes conflitos da mente. São apenas ideias criadas pela sua própria mente e que estão te impedindo de ver o que é simples e verdadeiro.
   Por exemplo, quando você diz que é confusa, que não sabe o que fazer e o que quer fazer: isso é uma ideia falsa criada pela sua mente. Mande-a embora, pois agora você já sabe que o seu coração sabe o que quer, e que você é capaz de direcionar suas energias para ouvir o que ele tem a dizer e para criar ideias e soluções positivas.
   Também quando você fala que é difícil imaginar ficar sem ele, isso é a mente que está falando. O seu poder criativo é ilimitado, e se o seu coração diz que você deve ficar solteira, você deve usar este poder criativo para visualizar a sua vida de solteira. Você deve visualizar com todos os detalhes você feliz sendo solteira.
   Sentir-se culpada por algo que você fez e ainda mais se castigar por isso, também é a mente que está dominando. Se você perguntar ao seu coração, você verá que ele não está se sentindo culpado, pois ele sabe que o passado não existe. Ele sabe que só o que existe é o momento presente. E que você deve usar este momento presente para fazer o melhor que você pode a cada momento. E fazer o melhor que você pode não é pensar no passado, sentir-se culpada e se castigar por causa disto. Fazer o melhor que você pode é ouvir o coração sempre, sentir-se feliz e com a mente cheia de idéias positivas e então tomar decisões que irão te fazer crescer. Você pode começar sentindo-se agora, a melhor pessoa do mundo. Porque você tem um poder infinito que é capaz de criar coisas boas, e faz com que você mereça tudo o que quer. E isto é real.
   Enfim, tudo o que foi ditado pela sua mente, você pode considerar irreal. Tudo o que sua mente falou são apenas ideias, e as ideias você pode recria-las da maneira que você quiser. Até mesmo o fato de que seu namorado não quer aceitar o fim do namoro e que ele exige alguma explicação é uma criação da mente dele. E o que a mente dele criou é responsabilidade dele. 
   A verdade é que você é um ser livre e tem o direito de desistir de um relacionamento na hora que seu coração achar que deve. Se você acaba permanecendo aí, simplesmente porque a outra pessoa não quer deixar você ir, isto não é amor, então este não será um relacionamento muito saudável, porque a sua própria raiz, a sua própria causa, será o apego, o sentimento de posse sobre a outra pessoa. Você deve buscar um relacionamento em que a sua própria causa seja compartilhar o amor, quando este sobra para os dois. No dia em que você se sentir madura o suficiente e sentir que tem muito amor próprio e quer compartilhá-lo com alguém mais, você irá colocar a sua atenção e concentrará suas energias nisso, então você atrairá alguém igual a você, que também está cheio de amor por si próprio e sente que quer compartilhá-lo com você.
   Se você quer sair desta relação, você não precisa tentar imaginar uma explicação que convença o seu namorado, ou nem contar sobre a outra pessoa. Você deve apenas se aproximar dele com o coração repleto de amor e gratidão pelos bons momento que vocês viveram juntos, e então dizer o que o seu coração te disse, pois esta é a verdade incontestável. Você estará apenas sendo verdadeira e cada vez que você age sendo verdadeira com você mesma e com as pessoas à sua volta, você está crescendo e também está ensinando estas pessoas a crescer.
   Talvez a mente do seu namorado não entenda no começo, quando você disser que se considera muito jovem para estar comprometida amorosamente, mas certamente, o coração dele entenderá. Isto porque essa é a verdade que vem do seu coração e um coração sempre entende o outro, eles falam a mesma língua. E então, você estará ensinando algo a ele, e ele estará crescendo espiritualmente, mesmo que ele não perceba no primeiro momento. A mente dele pensará que o coração dele está machucado, mas não é verdade, pois quando se decide com o coração, é só a verdade que está sendo refletida e o único que se machuca com a verdade é o ego, mas nunca o coração.
   Querida Melinda, visualize-se levando a vida que você quer levar. Visualize-se do jeito como o seu coração quer te ver e crie esta ideia sobre você mesma, pois esta é você: uma garota que sabe o que quer, jovem, solteira, feliz, que aproveita a vida fazendo o melhor que pode a cada momento, capaz de ver a realidade e de tomar decisões com o coração, e que usa a mente para criar, ao invés de conflitos, pensamentos positivos e soluções para qualquer situação do dia-a-dia.
   
   Com amor, 


   Rita Cascia  

*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA DO BLOG, CLIQUE NO BOTÃO “FOLLOW” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE (A MESMA DO ORKUT), TWITTER OU YAHOO!