sábado, 21 de maio de 2011

Porque a comunicação é tão difícil no nosso relacionamento?



Pergunta: Oie, Rita...Sempre leio seus conselhos e gosto muito, por isso, hoje, resolvi desabafar também.
Tem 1 ano que namoro uma pessoa. Mas, durante todo esse ano a gente brigou e ainda briga bastante. Eu o amo muito e ele diz que me ama, mas a gente não consegue ter paz. Ele é uma pessoa muito prática e racional, já eu sou sentimental, muitas vezes, emocional demais e por isso acabamos nos desentendendo. Quando não é isso, é o fato de eu gostar muito de sair e ele ser mais quieto. Por mim, eu sairia bem mais, mas depois de tanta briga, me vejo ficando em casa pra não chateá-lo e isso é muito ruim. Além disso, eu acabo cobrando muita atenção dele, romantismo e quanto mais eu cobro,menos ele faz. Não gosto de cobrar, mas chega uma hora que eu não aguento,me irrito e parto pra cima na cobrança. Ás vezes,penso que amo a ideia de quem ele poderia ser, baseado no que ele já foi um dia comigo, e q o mesmo acontece com ele. A gente já se separou diversas vezes, mas acabamos voltando. Ele não tem paciência com os meus sentimentalismos, ele acha que é besteira minha e eu fico sempre esperando uma atitude de carinho da parte dele em relação aos meus sentimentos. Resumindo, ele age comigo como ele gostaria q eu agisse com ele e eu ajo com ele, como eu gostaria q ele agisse cmg. Não são maneiras desrespeitosas, mas, apenas, diferentes. O que devo fazer para as brigas pararem? A gente tem muita dificuldade em se comunicar, também, sempre que tentamos conversar,acaba em briga. Enfim, o que eu mais queria era ter paz nesse relacionamento e sei que devo começar mudando a mim mesma, mas é tão complicado.

(Enviado por Alexandra, em 25 de fevereiro de 2011)

Rita:

Querida Alexandra,

            Tudo o que você descreveu nesta pergunta pode ser verdade. Cada pequeno detalhe pode ser uma realidade na sua vida neste momento. Porém, a boa notícia que Rita tem para te dar, é que não há absolutamente nada nesta lista que não possa ser mudado.

            Querida Alexandra, o poder universal, o qual dá vida à esta Existência, é extremamente piedoso e compassivo. Ele é como uma avó que não sabe dizer não. Você não precisa ter que escolher, optar entre uma coisa e outra. O Universo sabe o que você quer, o que você precisa e, mesmo que você não realmente precise, Ele o concede, apenas para você sentir como é ter tudo o que você deseja.

            Você pode e merece receber o tratamento romântico que você imagina. O Universo quer te dar isto. Você precisa aceitar o fato de que tudo o que você precisa já esta a caminho, porque apenas o fato de você querer e visualizar faz com que esta graça queira vir até você.

            E o mesmo ocorre quando se deseja um relacionamento pacífico. Quando você cria na sua mente um relacionamento ideal, este relacionamento passa, de  irreal, a existir no mundo das idéias. Então ele passa a ser real para o espírito. O que para a mente humana pode ser apenas uma ilusão, para o espírito será tão verdadeiro e concreto quanto tudo o que se pode tocar. O segundo passo então é colocar energias positivas naquele pensamento, para então atraí-lo até você de maneira que você possa vivê-lo.

            Tudo isto quer dizer que antes de melhorar a comunicação com o seu namorado, você precisa buscar melhorar a sua comunicação com o Universo. Neste momento exato, você está sendo abraçada pela Existência. Talvez, por estar se concentrando nos aspectos negativos da sua relação, sua mente não esteja te deixando ver. Mas, embora não seja exatamente o que você quer, alguma coisa o Universo esta te dando. Este aprendizado, por exemplo, é uma delas. E saber identificar o que o Universo esta te concedendo no agora, é saber se comunicar com Ele e, logo, com Ele estreitar relações.

            De alguma forma o seu espírito buscou uma ajuda transcedental para o seu relacionamento. E você estava vibrando na frequência deste conhecimento que esta chegando até você agora. Isto já se trata da evolução que você busca no seu relacionamento se manifestando diante de você. Agora, o que segue, é você estar receptiva e confiante de que a sua vida, assim como toda a Existência, melhora e avança a cada dia. E, uma vez atingido algo, não existe retrocesso, tudo é sempre melhor e mais adiante.

            Por incrível que pareça, o que você tem agora é o melhor que o Universo tem para te dar, nesta frequência em que você esta vibrando. Esta frequência é o que determina tudo o que você presencia na sua vida. E isto apenas prova que você tem razão quando diz que precisa mudar a si mesma. Porque você jamais poderá transformar alguém mais, você só pode transformar a si mesma.

Quando você acredita que o que você quer já existe e esta a caminho, é que a mudança começa a acontecer. Você passa a adotar uma atitude positiva, concentrando-se apenas nas qualidades da outra pessoa e nos progressos que acontecem no seu relacionamento. Direcione todas a sua atenção às coisas boas, até que o seu objetivo inicial seja esquecido. É a partir daí que o cenário se modificará.

            Agora vem uma questão muito importante: a questão das cobranças. Alexandra, é bastante lógico que você assuma que se você deixar de cobrar e parar de exigir que seu namorado seja da maneira como você gostaria, ele irá pensar que tudo esta bem, se acomodará e jamais irá mudar. Mas é aí aonde está o grande engano. Numa relação de afeto, a cobrança apenas causará o efeito contrário. Isto é natural e esperado!

            Por exemplo, numa relação de patrão e empregado ou professor e aluno, a cobrança e os comentários negativos apenas geram desmotivação. E ainda que, por necessidade, o indivíduo haja da maneira como lhe é exigido, por dentro ele estará ferido. E, mesmo que no final ele venha a ser aquele empregado ou aluno brilhante que todos esperavam, o ferimento vai continuar aí e um dia vai começar a cheirar mal e todos vão se dar conta. O ferimento, ainda que muito profundo, sempre chega à superfície de alguma forma, seja através de um comportamento triste ou violento.

Passando aos relacionamentos amorosos, têm-se dois casos: um deles é quando não há relação de subordinação, quando ninguém sente a necessidade de estar ali. Nesta hipótese, o natural é que a cobrança apenas cause o efeito contrário do que se espera. E isso ocorre porque a pessoa que é cobrada passa a ter sentimento de aversão por exatamente aquilo pelo qual ela foi tão atormentada.

Já se aquele que é cobrado tiver um caráter submisso, e a relação de subordinação estiver presente no casal, acontecerá como o exemplo da situação entre patrão e empregado ou professor e aluno. Embora pareça reagir pacificamente, ele estará criando aquela ferida por dentro que um dia será visível, e por isso nenhum dos dois serão completamente felizes juntos.

Ambos os casos apenas mostram que nenhum namorado real reagirá bem a uma crítica ou a uma cobrança.

Apenas alguém que esteja apenas te usando e não tenha qualquer intenção de levar algo adiante com você, ignorará a sua crítica. Ele atuará como quem a acatou e não discutirá, mas tampouco irá mudar por sua causa. Se o seu namorado, por sua vez, reage mal e sem paciência, você apenas tem motivos para comemorar, pois isto mostra que ele é o que você esta vendo. Ele não esta te enganando ou fingindo ser alguém que não é. Tampouco é ele uma pessoa sem opinião, que se deixa dominar. E isso é uma grande qualidade!

Seu namorado é apenas uma pessoa honesta e verdadeira, fazendo o melhor que ele pode. E lembre-se, Alexandra, de uma forma ou de outra, as pessoas sempre fazem o melhor que elas podem.

Mas se existem coisas nele que você gostaria que fossem diferentes, lembre-se que qualquer pessoa pode mudar, inclusive o seu namorado. Vocês podem e merecem ter paz e boa comunicação neste relacionamento. Mas esta mudança precisa ocorrer de forma natural. E a grande lição aqui se resume em apenas uma palavra, por coincidência, a palavra preferida de Rita: desfrutar!  Comece a desfrutar o seu relacionamento. Se é esta a pessoa com quem você quer estar, deixe de pensar no que poderia ser e comece a desfrutar tudo o que já é, tudo o que já esta aí.

Cada vez que você cobra ou critica seu namorado, você fecha a porta a ele e não lhe dá chance de mudar. Comece por dar-lhe a chance de ser diferente.

Se você quer que ele seja sentimental e romântico como nos seus pensamentos, haja agora como se ele já houvesse se tornado esta pessoa. Diga quantas vezes você sentir vontade: “Como você esta sentimental.”; “Nossa meu amor, não sei o que houve, mas hoje você esta especialmente romântico, o que aconteceu?”. E ele irá responder: “Eu? Romântico?” E você dirá: “Sim, de uns tempos pra cá você tem se tornado tão romântico e sentimental!” E acredite no que você esta falando. Aceite no coração que isto já é uma realidade e é assim que você irá presenciá-la.

E todos os pequenos detalhes, como ele não gostar de sair, ou as brigas constantes, são transformados quando você passa a ser receptiva e simplesmente passa a desfrutar e abraçar tudo o que o Universo põe a seu dispor.

De maneira natural, o seu namorado se tornará mais sensível quando sentir que é aceito e admirado por você. Ele passará a também apreciar e aceitar você da maneira como você é, e é então que, por gratidão a isso, você aprenderá com ele a ser um pouco racional e prática de vez em quando. E é assim que vocês entrarão em equilíbrio.

Um casal em harmonia é aquele em que dois se complementam e aprendem um com o outro ao mesmo tempo. Vocês são este casal, pois suas características já se complementam, agora apenas resta que vocês usem estas diferenças ao favor desta relação.

Com carinho,

Rita Cascia



*FAVOR CLICAR NOS NOSSOS ANÚNCIOS COMO FORMA DE APOIAR O SITE!

*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA, CLIQUE NO BOTÃO “JOIN THIS SITE” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE, TWITTER OU YAHOO!