quinta-feira, 19 de maio de 2011

Sou ciumenta e não sei como melhorar isso em mim



Pergunta: Boa noite, primeiramente adorei seu site, estou a procura de uma ajuda que já me atrapalha a muitos anos e acabei te encontrando. Estou em um relacionamento há 2 anos, meu primeiro relacionamento que durou, pois meus anteriores acabaram por ciumes, meu. Eu sou muito ciumenta, mas o pior é que eu sei que sinto ciumes de bobeiras, mas não sei o que fazer. Ja fui em 2 psicologas, mas n tive muito sucesso. Acontecem muitas coisas bobas, como ele olhar pro lado só pq tem uma menina mais bonita e eu já me encho de preocupações. As vezes falo, mas as vezes guardo pra mim, mas por dentro me mordo de ciumes. Eu não gostaria de ser assim, gostaria de ser mais tranquila, sei que não é ele, e sim, sou eu q sinto ciumes a toa, eu sei disso, mas não sei o que fazer. Ele ja terminou cmg varias vezes por causa disso, ele sempre comenta, que é melhor ele por sair de vez enquando com os amigos, e estar namorando cmg, do q sair c os amigos e não namorar cmg mais... No inicio do nosso namoro foi bem dificil, pq muitas meninas davam em cima dele, só que ele me contava, pois ele tinha medo de eu ficar sabendo por outra pessoa, e eu acabava ate brigando c ele, sei que ele é homem, tem as vontades dele, de sair c amigos, mas a unica coisa de mais q ele faz é sair pra beber c os amigos, nem em festas ele nao vai sem mim... Mas mesmo assim, sou muita ciumenta e não sei, de verdade como melhorar isso em mim, mesmo que eu já saiba q sou assim, meu proximo passo é querer ser mais tranquila, mas já tentei varias formas e não consegui. Você tem alguma ajuda pra mim? Alguma terapia que eu possa fazer? Ele é um namorado maravilhoso e não quero perde-lo por ciume, mas não sei o que fazer. Obrigada!

(Enviado por RoseMary, em 21 de fevereiro de 2011)

Rita:

Querida RoseMary,

            Algum dia, alguém te ensinou a idéia da separação. Aonde começa e termina você, aonde começa e termina o seu espaço, aonde começam e terminam os seus pertences. Mas a mais bela de todas as verdades do espírito é que a separação não existe. Tudo o que há no Universo, compreendendo todos os objetos e seres, são apenas um espírito. A separação é apenas uma ilusão, uma idéia criada pelo ego para que ele possa existir.

Não fosse pela separação, a brincadeira teria fim para o seu ego. Aquela voz interior que diz euele, isto é meu, isto é dele, terminaria. Há um espírito superior no Universo, uma força divina. Você pode chamá-la de Deus se quiser. E este espírito escolheu se manifestar em cada pequena forma, cor, textura e ser vivo que você vê ao seu redor neste exato momento. Até mesmo o céu e o ar, todo o cenário que existe na Terra e no espaço, têm a mesma essência.

É como quando você pede dois crepes. O cozinheiro coloca a massa na máquina de fazer crepes, mas ele não pode colocar a quantidade exata de massa dentro de cada molde. Um molde esta do lado do outro então ele apenas joga massa por tudo e quando esta pronto, os dois crepes estão unidos pela fina camada de massa que restou entre os dois. E o cozinheiro te dá tudo aquilo como esta, daquele jeito, sem tirar a massa do meio só porque você não pagou por ela, e isso não é bom?

No Universo, a realidade é a mesma e é igualmente maravilhosa. Todos os objetos e seres são os crepes, e o céu e o ar e todo o cenário que você vê são aquela massa que vem de presente. Tudo esta interligado e esta feito da mesma essência. Talvez os seres mais complexos tenham algo a mais do que o simples cenário, assim como os crepes têm queijo derretido. Mas a massa que os envolve e que os interliga é sempre a mesma. O espírito é o mesmo. Até o espírito do crepe que esta sendo usado como exemplo, é o mesmo que o seu, do seu computador e do seu namorado.

Quando você entende esta verdade absoluta do Universo, automaticamente o ciúme desaparecerá. Você passará a rir do ciúme. Você verá que ele é apenas um gasto de energias, porque quando se tem consciência de que se é tudo, o sentimento que toma lugar no coração é que você tem tudo.

Veja RoseMary, as relações sempre terão algo de difícil. O propósito de uma relação é tentar manter algo entre duas pessoas. Algo fluindo de uma maneira boa e pacífica. Isto quer dizer que a sua própria definição mostra que qualquer relação esta fadada ao fracasso. Mesmo que em apenas algum momento, o fluxo harmonioso irá diminuir. Porque desde o momento em que se tenta, se esta admitindo que enquanto não se esta tentando e os esforços não estão sendo empregados, ela irá fracassar.

A relação, por definição, é frágil, você não pode se distrair por um minuto. E isto não soa como diversão. Estar zelando por uma peça de museu não é o que a sua alma quis vir fazer nesta vida. Sua alma quer ser total e livre. Mas para isso você precisa romper certas idéias da mente. O ciúme nasceu em você junto com a idéia de que entre você e o seu namorado existe uma relação. E agora estas idéias estão aprisionando o seu espírito e, o principal objetivo, que é o fluir em amor, esta sendo deixado de lado.

A relação é apenas uma idéia. Você pode escolher deixar de viver uma relação com o seu namorado e passar a viver uma manifestação amorosa do espírito universal. No momento em que você abandona a relação e passa a compreender que você e o seu namorado são apenas um espírito, a sua alma se liberta. Mesmo que você compreenda pouco a pouco, já é um grande avanço. A sua alma se libertará pouco a pouco.

Você não pode criar uma relação entre um ser e ele mesmo. Você e este rapaz são apenas um ser, assim como todas as garotas para a qual ele olha. Então o próximo passo é que seu ego comece a se perguntar: “se todos somos apenas um, qual é a minha importância na vida do meu namorado? Isso quer dizer então que eu não faço diferença? Se eu for embora tudo será igual porque afinal, não existe separação entre nada!”

A resposta é que você é parte do que você e o seu namorado criam juntos. Quando vocês saem e sentam numa mesa e pedem uma bebida e vocês fluem e dão risadas, vocês criaram aquele cenário. O espírito universal manifesta coisas através de pessoas, mas algumas coisas necessitam dois para serem manifestadas. Vocês são Deus e você sozinha pode manifestar algo diferente do que o seu namorado pode manifestar sozinho. Mas, vocês juntos, são capazes de manifestar algo mais, diferente e mais além do que vocês fariam se estivessem sozinhos. E estas manifestações serão também mais avançadas, serão maiores e mais importantes, porque será resultado do fluxo do amor entre vocês.

E essa é a sua verdadeira importância neste encontro entre você e esta pessoa. Sem você, manifestações que o espírito universal quer criar através de vocês, não existiriam. E não se trata de que existiriam em menor escala ou menos completa. Não, elas simplesmente não existiriam. É como cortar uma bola de futebol pela metade. Ela deixará de existir como bola. Para o jogo de futebol ela já não irá servir. Talvez como uma tigela para o cachorro beber água, o que nada se parece ao uso que ela tinha anteriormente.

Então, esta é a certeza que você precisa ter no coração. Quando esta pessoa escolheu estar com você, o espírito universal manifestou através dela um desejo de criar coisas com você, que não poderia criar se estivesse sozinho. E este mesmo espírito também esta te dando energia criativa para que isto aconteça, pois você é a peça necessária.

E ninguém pode tomar o seu lugar. O espírito já escolheu você. Apenas as idéias de separação, como o ciúme, podem bloquear este poder criativo e distrair o espírito do objetivo principal. Então sim, isto afastará o seu namorado de você, assim como tem afastado os seus parceiros anteriores.

O conceito do ciúme parte da idéia de separação e por esta razão, ele a materializa. E nem sempre aquilo que você quer acaba ficando do seu lado. A divisão pode acontecer de qualquer maneira. É como um bolo com morangos em cima. O ciúme é a faca que parte o bolo. Porém esta não é uma faca consciente. Ela apenas corta como louca, ela quer separar, ela quer dividir, sem pensar que dois morangos querem ficar no mesmo pedaço.

Da mesma forma, o ciúme é inconsciência. Você põe todas as suas atenções na idéia de que deve existir uma separação. Você sabe como você quer cortar o bolo. Você quer fazê-lo de forma que estes dois morangos, você e o seu namorado, terminem juntos no mesmo pedaço e os outros morangos estejam longe. Mas esta união que você deseja, apenas o amor é capaz de promovê-la. A inconsciência não vê este detalhe que você e ele querem estar juntos. A inconsciência é uma faca enlouquecida que quer cortar e dividir, então ela acaba cortando no lugar errado.

Lembre-se RoseMary, apenas o amor irá uni-los, jamais a inconsciência, e o ciúme é uma das formas que ela pode tomar. Esse amor precisa fluir a cada dia. A cada dia feche os olhos e medite sobre a verdade de que vocês são um só espírito, que quer criar e manifestar coisas belas através de vocês dois. E que estes dois seres são necessários e que você, RoseMary, é insubstituível neste processo. Repita para si mesma estas palavras: “O espírito universal quer criar e manifestar coisas belas através de RoseMary e de (nome da outra pessoa) e ambos são insubstituíveis neste processo.”

Você pode ver isto como uma terapia, mas antes de tudo, este é o presente de Rita para você, para a sua busca na evolução do espírito. E o fato de você observar a si mesma e ter a consciência de que o ciúme é o que esta te limitando, é o seu primeiro grande passo. A consciência em observar os próprios padrões e idéias limitadoras é a metade do caminho para a realização da sua alma.

Com amor,

Rita Cascia 


*FAVOR CLICAR NOS NOSSOS ANÚNCIOS COMO FORMA DE APOIAR O SITE!

*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA, CLIQUE NO BOTÃO “JOIN THIS SITE” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE, TWITTER OU YAHOO!