segunda-feira, 23 de maio de 2011

Sinto que preciso escolher entre o namoro e a carreira



Pergunta: Querida Rita,
Sempre leio seus conselhos, dessa vez, resolvi pedir ajuda.

Eu sou uma pessoa muito comunicativa. Sou sociável e gosto de ser sempre simpática com todo mundo. Acontece que estou namorando há 1 ano e em meio a muitas brigas, eu sempre penso que esse namoro tem me impedido de fazer muita coisa na vida. Meu namorado já é mais sério, sabe...é bem caseiro e ciumento comigo. Fico triste em ver amigos saindo a noite e eu não podendo ir porque ele fica com ciúmes. Não sei o que fazer. Conversar não adianta, a gente vai acabar brigando. Estou tentando passar confiança pra ele, pra ver se ele fica mais tranquilo, mas está difícil. Além disso, eu sonho com uma vida de viagens, um trabalho bem dinâmico, pois estudo jornalismo e adoro cinema, teatro...então, imagino meu futuro repleto de pessoas novas e lugares diferentes. Mas quando penso nisso e penso no meu namoro, eu já me imagino sofrendo muito ...como se eu tivesse que escolher entre o que eu quero fazer e meu namoro. Eu o amo muito e não quero deixá-lo. O que eu faço?

(Enviado por Rosangela, em 25 de fevereiro de  2011)

Rita: 

Querida Rosangela,

            Você o ama por ele ser o oposto de você. O espírito busca não uma alma gêmea, mas uma alma que o complemente. O caráter do seu namorado é complementar ao seu. E por ser diferente, é normal que surjam desentendimentos. Mas, ainda assim, é possível alcançar o equilíbrio.

            Existe algo importante para um relacionamento que é saber ceder. Porém, existe o momento certo para isso e você precisa aprender a identificar este momento.

            Quando se esta inconsciente, é mais difícil dar razão à outra pessoa, pois se torna mais difícil enxergar os próprios erros. Esta é a hora de você buscar a consciência dentro de si mesma e saber dizer sim.

Por outro lado, você pode estar consciente e ver de maneira clara que você esta certa. No entanto, se nesse caso, você deixa de dizer a verdade por medo das consequências, você esta agindo com inconsciência novamente, porque o medo nada mais é do que inconsciência.

            Quando uma pessoa não aceita algo, seja por ciúme, por medo, ou raiva, esta pessoa esta inconsciente e o que é importante você saber aqui, é que esta inconsciência é uma doença. Esta pessoa esta doente e você não irá curá-la decidindo evitar contrariá-la o máximo que puder. E isso não adianta sabe por quê? Por uma razão muito simples: porque o vírus que causa essa doença se alimenta disso.
Quanto mais você deixa de fazer e falar coisas para não contrapor-se àquela pessoa, mais este vírus se fortifica e mais doente ela fica. E este vírus nada mais é do que o ego.

            Todo o ciúme, o machismo, a falta de aceitação, vem do ego. E o ego quer respeito, o ego quer continuar aonde esta.

Veja por exemplo os políticos. Eles são muito respeitados. Todos os dias eles recebem respeito de todas as pessoas, de todas as partes. E você acha que todo esse respeito tem feito algum bem a eles? Você poderia afirmar que todo os políticos, depois de muitos anos de carreira, se tornam seres evoluídos, amorosos, conscientes, que cresceram em vida tudo o que poderiam ter crescido? Não? Mas como é possível se eles foram tão respeitados e tiveram suas vontades acatadas na maioria das vezes? E a resposta é, porque receber respeito não te faz crescer em nada.

O amor, a compaixão, a aceitação, te fazem crescer. Mas o respeito é apenas a comida do ego. Com ele o ego apenas aumenta e se sente mais poderoso. Então ele cria capas e capas ao redor do espírito e torna o indivíduo cada vez mais inconsciente.

            No caso do seu namorado, o ego dele não é tão grande como o de um político. Porque o tamanho do ego se mede pelo número de pessoas pelas quais alguém quer ser respeitado. E o seu namorado só quer o seu respeito. Ele quer apenas uma pessoa fazendo as coisas da maneira como ele quer.

            Entretanto, o único detalhe importante aqui é que esta pessoa é você. E você precisa ver isto e compreender que machucar a si mesma e se sentir triste para alimentar o ego de outra pessoa não fará nada melhor.

Querida Rosângela, se você deixa de ir a lugares, conhecer pessoas e ser quem você veio a este mundo para ser, você esta apenas cedendo ao ego do seu namorado. E com isso você não esta crescendo e não o esta ajudando a crescer tampouco. Cada vez que você escolhe não falar sobre o assunto para não brigar, você esta alimentando a doença dele. E não é isso o que o seu espírito quer para você.

            O respeito que é concedido aos políticos vem do medo, do interesse ou conveniência e isto não faz aqueles que concedem este respeito, felizes no coração. E o político tampouco esta feliz. Porque o ego nunca esta feliz por mais alimentado que esteja. Talvez estará feliz por alguns instantes, mas logo em seguida irá pedir mais e mais.

Da mesma forma, você e o seu namorado não serão felizes juntos enquanto esta brincadeira continuar. Por mais que você fique em casa, ao lado dele, dê toda a satisfação para fazê-lo se sentir mais seguro, ele nunca estará satisfeito. Por que o ego quer mais disso. Ele quer ver mais desse filme em que alguém deixa de fazer algo por causa dele. E é por essa razão que você nota que não tem tido resultados embora tente passar confiança a ele.

            Ao contrário do ego, o amor e a compaixão não se alimentam de respeito. E tampouco de uma pessoa do lado cedendo o tempo todo. O amor e a compaixão já estão dentro de você e do seu namorado e não precisam de alimento, eles apenas precisam ser desempoeirados. No seu namorado eles estão encobertos pelo ciúme, pelo medo e insegurança que estão impendindo vocês de fluírem. E, já em você, eles também são encobertos pelo medo quando você perde um evento para não ocasionar uma briga.

            Mas agora Rita esta falando do rio de amor e compaixão que existe dentro de você, e é dele que o seu namorado precisa para crescer e descobrir o seu próprio rio.

Olhe para a doença dele de fora e com consciência. Você sabe no seu coração que não existe nenhum motivo para ele ter ciúmes e que vocês podem ser felizes juntos mesmo tendo personalidades diferentes.

            Diga o quanto ele é único para você e que ele ser caseiro e tranquilo assim, é uma das razões pelas quais você gosta dele. Assim ele irá se sentir aceito, porque é possível que ele acredite que você pode a qualquer momento trocá-lo por alguém que seja mais parecido com você.

            Quando você diz sim à ele, você não esta dando razão a ele, não é ele quem esta saindo vencedor, mas é a doença dele. É este vírus que ganhou a discussão, e é a vontade dele que será feita, não do seu namorado. E este vírus pode chegar a destruir o seu relacionamento ou, se não, dele tomará conta e o amor verdadeiro jamais poderá florecer aí.

            Querida Rosângela, tudo o que seu namorado precisa é da sua compaixão e do seu amor. Diga sem medo e o que o seu espírito quer dizer. Diga como você visualiza a sua vida e o quanto você deseja que ele faça parte dela. E que você acredita do mais profundo do seu ser que vocês são capazes de viver em harmonia.

Rita tem certeza que seu espírito gostaria de dizer muito mais a ele. Você apenas deve buscar nele estas palavras porque o seu espírito esta cheio de amor e compaixão. Então você deve compartilhá-las com confiança em você mesma. Lembre-se que o amor e a compaixão são os únicos capazes de esmagar o ego e fazê-lo em pedaços, deixando então espaço para fluir o amor e a aceitação.

Com carinho,

Rita Cascia



*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA DO BLOG, CLIQUE NO BOTÃO “FOLLOW” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE (A MESMA DO ORKUT), TWITTER OU YAHOO!