quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Tenho medo que a dor da perda esteja dificultando uma nova gravidez.

Pergunta:

Boa tarde,
Eu tenho um dor muito grande que ainda não consegui superar, no ano passado tive uma gravidez topica e ectopica ao mesmo tempo, onde acabei perdendo de uma forma muita triste, estou chateda e acho que isso esta dificultando de uma nova gravidez.

(Enviado por Diu)

Rita:

Querida Diu,

Comece por pensar que não existe nada de errado em sentir dor. Assim como a alegria, a dor é também parte de você estar viva.
Você deve pensar que essa criança veio sim a esse mundo, mas por um tempo muito curto se visto desde os olhos de quem esta aqui. Ela veio levemente, na pontinha dos pés, sem quase fazer barulho, mas deixou grandes marcas. E o que você precisa ver é que essa é a maneira como quis o espírito e, pare este, a dimensão de tempo é outra. Esse pequeno espírito de luz veio cumprir uma missão e então foi embora, e esse espaço de tempo que parece tão breve olhando deste plano, foi tudo o que ele precisava.

No entanto, isso foi suficiente pra te fazer mãe e ninguém poderá tirar isso da sua alma. Você fez um ótimo trabalho, você fez o melhor que você pôde e, agora, seu bebê esta contente, descansando nos braços da Mãe Divina.

E, se tudo isso te causou tanta dor, é porque o seu espírito quis experimentar esse sentimento como forma de se transformar e evoluir. Por isso, você não deve lutar contra essa dor ou pensar que ela é um obstáculo para a sua nova gravidez. A luta e a resistência contra a dor sim são obstáculos, mas não a dor em si.

A dor apareceu na sua vida pra ser abraçada e vivida de maneira total. Seja como a grama que se deixa ser pisada, ou como os grãos que se deixam ser fervidos. Então em algum momento você irá perguntar a Deus porque você esta sendo tão esmagada e se a Existência já não fez migalhas de você o suficiente. E Deus irá responder o mesmo que Ele respondeu ao grão que Lhe fez similar pergunta enquanto estava sendo cozido: “Você tem sido uma planta por todo esse tempo, agora é hora de passar para a nova etapa, que é se tornar alimento e nutrir aqueles que precisam.” Ao que o grão respondeu: “Então esta bem, eu quero continuar a ser preparado como alimento, eu quero me transformar, eu não quero ser planta para sempre.”   

Da mesma forma, você deve ver a dor da perda como esse processo, o qual é doloroso, mas que esta te levando a se tornar um ser diferente do que você era. Você já não é mais a mesma pessoa. Agora, você é capaz de olhar para tudo isso que você viveu e esta vivendo não com revolta, mas com compaixão. Busque na sua alma o sentimento de compaixão a você mesma e ao que a vida te trouxe. Um dia, todas as memórias tristes terão desaparecido, e só que irá ficar serão o amor e a transformação. Apenas estes permanecerão em você para sempre.

Permita-se chorar e sofrer. As lágrimas existem para limpar a alma e são parte desse processo pelo qual seu espírito desejou passar. Chegará um ponto em que você irá sentir que você e a dor se tornam uma só e a sensação será inigualável, pois você não terá vencido a dor, mas sim transformado-a.

E é mais fácil que o sol um dia troque de lugar com a lua do que você não engravidar novamente e ter o bebê saudável que você tanto deseja. O mesmo pequeno espírito que veio e foi embora da vez passada, irá voltar no momento certo. Ele já te escolheu como mãe e quer estar com você. Da próxima vez ele virá para ficar.

Por enquanto, vá vivendo esta experiência de maneira completa. E, assim que seu corpo e seu espírito estiverem prontos, zás, você verá o milagre da vida!

Com amor,

Rita Cascia   


*FAVOR CLICAR NOS NOSSOS ANÚNCIOS COMO FORMA DE APOIAR O SITE!
*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA, CLIQUE NO BOTÃO “JOIN THIS SITE” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE, TWITTER OU YAHOO!