segunda-feira, 7 de junho de 2010

Como posso atrair felicidade para a minha vida?

Na realidade, a felicidade não precisa ser atraída, pois você é felicidade, e você pode sentir que você é felicidade nos momentos em que a situação que você está vivendo é boa e não há nenhuma dúvida no seu coração. Muitas vezes você se encontra em situações nas quais há todos os motivos para que você possa sentir esta sua verdadeira essência. Você está de férias, todos estão bem, naquele exato momento, não te falta nada. Porém, surgem dúvidas no seu coração que não permitem que a sua felicidade seja completa. Seja porque o almoço do dia seguinte ainda não está planejado, ou porque talvez alguma pessoa ainda esteja magoada com você por algo que você tenha feito uma semana antes. Então o momento presente é esquecido, é deixado de lado, para dar espaço à preocupações do momento passado ou do momento futuro. Sendo que na verdade, a única coisa real é o momento presente. O passado e o futuro não existem. Pode parecer óbvio, mas o passado já existiu, o futuro talvez existirá, mas o único que realmente existe é o presente. E o presente é sempre uma dádiva, um presente da existência, uma nova chance a cada segundo de experimentarmos coisas novas, de renovar-se e de você ser um novo você. Mas porém, as dúvidas chegam uma após a outra e a mente te impede de viver intensamente aquilo que a Existência te está dando no momento presente. O sentimento de total felicidade é como um vidro limpo e cristalino em que você é o vidro. Você está feita deste vidro. Quando o vidro está limpo você sente a plena felicidade, pois ela já é algo inerente a você. Mas a maior parte do tempo, este vidro do qual você está feita está embaçado ou empoeirado e por isso você sente que a felicidade não é completa. E o que você sente não é real, não é certo. Muitas vezes você não se entende, e muito menos as pessoas te entendem, porque você pensa que sente algo, mas o que você acha que sente não é real. O que você sente não é ausência de felicidade. Você apenas não pode senti-la, mas ela já está aí, ela que compõe cada parte do seu ser, ela é a própria matéria da qual você está feita. Mas você não pode senti-la, porque ela é como um vidro sujo e embaçado. E estas poeiras são apenas dúvidas. As dúvidas são como poeiras que se assentaram naquele vidro. E não se trata de uma pintura ou de uma mancha que não se pode tirar. Tampouco trata-se de uma rachadura e que um vidro novo precise ser comprado para substituí-lo. Trata-se apenas de sujeira, nada que um pano úmido não possa remover. E mandar embora as dúvidas e os ressentimentos é como um exercício que deve ser praticado dia-após-dia. E a melhor prática para se eliminar dúvidas do coração é aprender a escutar a sua própria alma. A sua alma sempre tem a resposta, tanto para as suas dúvidas quanto a palavra certa nos momentos em que você sente tristeza, ciúmes, raiva ou ressentimento em relação à alguém. Quanto mais você escutar a sua alma, mais você limpará este vidro e melhor você a escutará. Dia-após-dia, você deve praticar tirar toda a poeira que impede com que você olhe para o seu interior. E é essa mesma poeira, que te impede de escutar a você mesma, que suja esse vidro que é a felicidade. Quando você escuta a você mesma, você entende que você já é feliz, e você fica sabendo exatamente do que se trata cada poeira que pousa sobre seu vidro.
É inevitável que à medida que você for tirando as dúvidas do seu coração e for se tornando uma pessoa mais e mais feliz, você começará a fazer felizes as pessoas ao seu redor. A pessoa que não tem dúvidas no coração costuma sempre fazer o que é melhor para o seu corpo e para sua alma, porque ela segue o primeiro impulso da alma, o qual sempre está certo. O primeiro impulso da mente nem sempre está certo. Muitas vezes ele está tomado por lógicas falsas e irreais. Mas isso não é um problema, pois cada vez mais você saberá distinguir qual impulso é qual. E o primeiro exercício de todos é, nos momentos de infelicidade, tomar coragem e dizer a si mesma: "Minha felicidade é completa, eu sou um vidro transparente e cristalino, as pessoas podem ver através de mim e se contaminam com a minha felicidade!" Porque ninguém poderá chatear uma pessoa que vive num estado de graça e alegria como você. As pessoas se aproximam de você e deixam de lado os seus problemas, porque elas só querem beber da sua fonte de felicidade e energia. Você é uma Fonte da Felicidade, pois você sabe como tirar as dúvidas do seu coração e mandar embora todas as impurezas que se aproximam. Então, ao invés de ver-se como algo que busca felicidade, como um recepiente que capta água da chuva, mude a sua auto-imagem para o oposto. Mude sua auto-imagem para algo que jorra felicidade, como uma fonte. E lembre-se que sentir a felicidade é poder olhar-se no espelho e poder ver através de si mesma.