sexta-feira, 9 de março de 2012

O que fazer para evoluir espiritualmente sem deixar que outros seres nos afetem?

Pergunta:

eu chamo-me cristina, gostava e preciso para avançar no cominho que vim para seguir. quero saber o que tenho que fazer quais sao os passos a dar para evoluir e nao deixar que outras coisa me afectem como por exemplo que outros seres se aproximem de mim.
tambem tenho o meu filho mais velho que se sente bastante mal sente vomitos, sonolencia, e nao sabe o que fazer, ele é como eu tambem é como dizem caixa aberta e o filho dele tambem pressente as coisas e nós os tres fazemos corrente. eu tenho 47 anos e o david tem 24 e o ivo tem 1 ano e 16 meses.

(Enviado por Cristina)

Rita:


Querida Cristina,


Os sintomas que você descreveu são sinais de uma grande sensibilidade em relação às energias presentes no Universo.


Ao passar por uma mina de carvão, você não precisa tocar em nada para sair coberta de cinzas e poeira. Similarmente, as energias emitidas pelas diversas mentes da sociedade, atingem quem quer que esteja por perto.

No entanto, algumas pessoas são mais sutis do que as outras. Aqueles muito sensíveis energeticamente, ao mesmo tempo que podem pressentir acontecimentos, como você contou sobre o seu neto, encontram-se mais expostos a tais energias.

Você deve ter em mente que, quando você sai na rua, você encontra inúmeras pessoas com muitas feridas. Para muitos, as feridas não interferiram no seu crescimento, pois eles já evoluíram significativamente em vidas passadas mas, para outras, essas feridas criaram um abismo nos seus seres. Elas não puderam, nessa vida, superar tanta dor e essa dor formou uma espécia de buraco negro nos seus campos energéticos.

É difícil determinar à primeira vista quem são elas, mas você pode sentir quando as mesmas te provocam a sonolência e a sensação de estar sendo sugada.

Estas experiências ocorrem porque os seres que carregam este buraco negro estão sempre famintos de prana, a energia que move a vida no Universo. Aqueles mais sensíveis tem geralmente muito prana, os de pouco prana já perderam a sua sensibilidade. E, o fato de aqueles serem sensíveis os torna um alvo fácil para estes. Por isso, você sente como se houvesse sido atacada por um vampiro, como se algo levasse embora a sua força vital.

Os seres que sugam emitem uma energia muito baixa, produzida pelo buraco negro, que serve tão-somente para atrair prana dos demais. E, por ser um abismo infinito, nada é suficiente para satisfazê-los.

Por essa razão, o mais importante que você deve fazer é trabalhar com seu filho e neto para que vocês se habituem a usar as suas próprias sensibilidades ao seus favores. Porque, ao mesmo tempo que esta sensibilidade os torna um alvo fácil para os seres famintos, a mesma pode ser usada para que vocês entrem em contato com os seus próprios pranas e façam deles os seus escudos de proteção.

Todos estes passos você deve ensiná-los assim que puder: um deles é praticar fechar os olhos e visualizar o próprio prana, vislumbrando toda a proteção e iluminação que a sua magnitude lhe oferece.

Quando sair na rua, concentre-se em você mesma, jamais olhe nos olhos de alguém. Os olhos das pessoas mais famintas estão sempre passeando em busca de outro olhar, pois estão sempre à procura de atenção e de aprovação. Olhá-las diretamente nos olhos facilita o “ataque” que lhe causará perda de prana.

Da mesma maneira você deve proceder quando você tiver que conversar com alguém. Você pode dar a atenção necessária e ser você mesma sem colocar toda a energia no seu interlocutor, sem se deixar ser absorvida e sempre concentrar-se em guardar o seu prana para você mesma.

Quando estiver meditando, invoque também sentimentos de compaixão para com todos os seres de Universo que estão necessitando prana. Visualize que você emite uma luz muito forte que é maior do que todo o planeta e que é capaz de envolver e abençoar a todos.

Busque a companhia de indivíduos que possuem uma visão positiva perante a vida. Procure se lembrar se existe alguém cuja companhia faz você sorrir e se sentir motivada.

E, naturalmente, procure se afastar daqueles que estão sempre falando dos próprios problemas, reclamando da falta de dinheiro, trazendo preocupações ou fazendo comentários que te desanimam. Estas são amizades tóxicas e você deve livrar-se delas o quanto antes.

Por fim, talvez você deva saber que para muitos, para se evoluir no caminho espiritual, é essencial a presença de um guru, um guia espiritual. Há diversos tipos de gurus e você encontrará algum que seja verdadeiro se usar a sua sensibilidade e o seu coração para fazer esta escolha. Os ensinamentos deste devem estar basicamente voltados à compaixão, bem como ao amor infinito e desinteressado e suas palavras devem inspirar esperança e otimismo.

Desejando muita paz em seu caminho,

Rita Cascia


*FAVOR CLICAR NOS NOSSOS ANÚNCIOS COMO FORMA DE APOIAR O SITE!

*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA, CLIQUE NO BOTÃO “JOIN THIS SITE” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE, TWITTER OU YAHOO!