quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Meu marido reclama que eu não estou cuidando bem do nosso filho.


Pergunta:

Eu e meu marido estamos em pé de guerra.Ele acha que nosso filho está magro e por isso fala que não estou cuidando dele.Até o médico,vizinhos,amigos falam que o bebê está ótimo,mas ele não acredita.Brigamos demais,já não sei o que fazer.Tudo que falo ele leva pro lado ruim.Não quero me separar,mas cada dia está mais difícil aguentar tanto destrato.
     (Enviado por Mayra)(Enviado por Mayra)(Enviado por Mayra)(Enviado por Mhhayh bbhhjjjhhhjjjjra)(Enviado por Mayra)

Rita:


Querida Mayra,

Você e seu marido sabem por dentro que a razão para essas brigas esta longe de ser o peso do bebê. Existe uma raiz mais profunda que esta trazendo todo esse conflito. E a raiz é o fato de que você e seu marido estão distantes. Existe um muro entre vocês dois que se ergueu de maneira não muito diferente de como este se ergue entre outros casais. E essa implicância quanto ao filho de vocês é apenas uma forma que ele encontrou para tentar quebrar este muro, para chegar mais perto de você.

Assim, tenha em mente que ele esta brigando não por causa do bebê, mas por causa de você. O muro esta aí e nenhum de vocês têm as ferramentas para rompê-lo. E a maneira que seu marido esta utilizando, esta apenas aumentando a espessura deste muro.


Lembre-se que quando um casal se separa, não é porque um deles não tinha as ferramentas para quebrar o muro, mas sim porque nenhum deles as possuíam. A comunicação não foi possível não porque um deles não sabe se comunicar, mas porque nem um nem o outro soube usar o poder da comunicação.

Saiba que, se você se separar e encontrar outro esposo, a diferença não vai ser muito grande. Muitos precisam se separar e casar de novo várias vezes para então descobrir essa verdade. E isso acontece porque se você olhar mais profundamente, com os olhos do espírito, você verá que as pessoas são bem iguais.


Em geral, as pessoas são guiadas por idéias, preconceitos, desejos e medos, ou seja, pela mente. E a mente é especialista em criar um muro entre duas pessoas e trazer afastamento. Então não importa com quem você decida estar, enquanto você não descobrir as ferramentas para manter a comunicação presente e não deixar que o muro se forme, ou para destruí-lo quando for preciso, você continuará revivendo o mesmo ciclo.

Primeiramente, deixe o assunto do bebê de lado, porque mesmo que você faça ele ganhar peso, seu marido encontrará outro ponto para criticar, porque esta não é a raiz do problema. Desista de tentar provar a ele que o bebê esta bem através da opinião de outras pessoas. O próximo passo é concentrar suas energias em aproximar-se do seu marido no sentido emocional e espiritual.


Algo que você pode dizer a ele, é que um bebê sente cada emoção que flui entre seus pais. E, que se ele tem certeza mesmo que a criança esta abaixo do peso, isso pode ser porque ela esta absorvendo toda a tensão que está acontecendo na casa e isso esta afetando a sua saúde. Ao invés de absorver nutrientes, ela esta absorvendo o estress e o nervosismo de vocês mesmos. Então, você pode dizer que se ele, como pai, quer contribuir de alguma forma para o desenvolvimento do bebê, ele poderia começar por cooperar para que o ambiente se torne mais tranquilo.


Neste caso, pode parecer que você esteja admitindo que o bebê esta magro, mas esse é apenas um artifício para chamar a atenção do seu marido quanto ao próprio comportamento, para fazer ele olhar a si mesmo. Quando ele perceber que a sua própria atitude esta envenenando o ambiente familiar, ele verá que se ele acha que algo esta errado no plano físico, ele tem também a sua parte de culpa nisso.


E todo o resto que você irá falar não é apenas um artifício. O bebê é mesmo como uma esponja que absorve todos os sentimentos e energias que estão ao seu redor. Por isso você precisa usar sua comunicação como você nunca fez antes para por abaixo esse muro e fazer a energia fluir na sua casa. Porque talvez agora o bebê esteja bem, mas isso poderá se refletir depois de alguma maneira, tanto no lado físico quanto no psicológico.

Procure meditar no fato de que o seu bebê tem uma energia de amor muito forte e se você se concentrar nela e visualizar que essa energia une você e seu marido quebrando todas as paredes, você começará a sentir isso se tornar real.

Esse bebê é fonte infinita de amor no seu estado mais puro. Para ele você e seu marido estão conectados, vocês são um só e ele os ama de maneira total e simples. Porque para um bebê, os pais são a Existência. Um pai ou uma mãe pode escolher amar ou não seu filho, assim como um filho já adolescente ou adulto pode escolher amar ou não seus pais. Mas o mesmo não acontece com um bebê. O bebê sempre vai amar seus pais, porque para ele não há nada mais no mundo. Os pais são o mundo, os pais são a Existência e, por isso, só lhe resta ama-los.

E a energia deste amor tão sincero esta na sua casa o tempo todo, mas o muro não permite que vocês a vejam. Mesmo com toda a briga e com toda a discussão, o bebê irá crescer e sobreviver, porque o ser-humano evoluiu para isso, então lembre-se que eliminar o muro não é apenas por causa do bebê mas também pelo propósito de vocês dois não desperdiçarem a chance de crescer em amor.

Quando seu filho já tiver mais ou menos dez anos de idade, claro que ele vai seguir sendo uma benção para vocês, mas o ego já estará se formando e aquela energia de amor não será tão pura e direta como é agora.

Assim que o único que você pode e deve fazer nessa situação, é invocar em você sua capacidade de sarar e de se comunicar. Dia-após-dia, direcione sua energia em fluir, em se aproximar desta pessoa que você um dia escolheu para estar ao seu lado e para ser pai do seu filho. Só assim vocês poderão desfrutar ao máximo dessa fase tão única, que é ter ao lado um ser emanando luz divina o tempo todo, especialmente para vocês.

Com carinho,

Rita Cascia


*FAVOR CLICAR NOS NOSSOS ANÚNCIOS COMO FORMA DE APOIAR O SITE!

*PARA SE TORNAR UMA SEGUIDORA, CLIQUE NO BOTÃO “JOIN THIS SITE” À ESQUERDA E FAÇA LOG-IN COM SUA CONTA DE GOOGLE, TWITTER OU YAHOO!